Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães

Museu-de-Arte-Moderna-Aloísio-Magalhães-MAMAM-Recife5

O Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães – Mamam foi criado pela prefeitura do Recife em 1997. O acervo do museu conta com cerca de 900 obras, entre elas, óleos de Vicente do Rego Monteiro (1899 – 1970); a série Cenas da Vida Brasileira, de João Câmara (1944); As Pastoras e Rainhas do Maracatu, ambas de 1930, de Lula Cardoso Ayres (1910 – 1987);Recordações, 1985, de Cicero Dias (1907 – 2003); série Meninos do Recife, de 1962, deAbelardo da Hora (1924); obras do próprio Aloísio Magalhães e de artistas não pernambucanos, como Carlos Fajardo (1941), Nelson Leirner (1932), Alex Flemming (1954). A partir de 2001, o acervo do museu é ampliado com doações de obras de artistas contemporâneos de todo o Brasil: Adriana Varejão (1964), Daniel Senise (1955), Ernesto Neto (1964), Sandra Cinto (1968), Vik Muniz (1961), entre outros.

Endereço: R. Aurora, 265 – Boa Vista – Recife – PE

Telefone: (81) 3221-3778

Funcionamento: ter a dom das 12h às 18h

Entrada: R$ 1,00

nenhum comentário

Museu do Mamulengo em Olinda

Museu do Mamulengo

 

Mamulengo é um tipo de fantoche típico do nordeste brasileiro, especialmente no estado de Pernambuco. A origem do nome é controversa, mas acredita-se que ela se originou de mão molenga – mão mole, ideal para dar movimentos vivos ao fantoche.

 

Endereço: Rua do Amparo, nº 59 – Amparo – Olinda – PE

Telefone: (81) 3429 6214

Funcionamento: ter a dom das 10h às 17h

nenhum comentário

Convento de São Francisco

Convento São Francisco

Convento de São Francisco é parte de um conjunto arquitetônico barroco de excepcional importância, que inclui a Igreja de Nossa Senhora das Neves, a Capela de São Roque, o claustro e a sacristia. Localiza-se na Ladeira de São Francisco, 280, em OlindaPernambuco.

É convento franciscano mais antigo do Brasil. Sua construção foi iniciada em 1585, com projeto do frei Francisco dos Santos, mas foi parcialmente destruído pelos holandeses no ano de 1631 e reconstruído ainda no século XVII. Em frente ao convento existe um cruzeiro trabalhado em pedra de arenito retirada dos arrecifes.

O claustro e a sacristia são famosos pela série de painéis de azulejos portugueses, com cenas diversas. Na igreja, na sacristia e na capela chama a atenção o rico trabalho de talha em madeira do teto, com caixotões contendo pinturas do século XVIII. O mosteiro tem ainda uma biblioteca com um precioso acervo de obras raras, e nele foi instalada a primeira biblioteca pública de Pernambuco.

O conjunto foi incluído no rol dos monumentos do Centro Histórico de Olinda, tombado pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade.

 

R. São Francisco, 280 – Olinda

(81) 3429-0517

Horário de funcionamento:
De segunda a sexta, das 8h às 12h e 14h às 17h. Sábado, das 8h às 12h.

nenhum comentário

Instituto Ricardo Brennand (IRB)

thumbnail (4)

Fundada em 2002 pelo colecionador e empresário pernambucano Ricardo Brennand. O instituto está sediado em um complexo arquitetônico em estilo medieval, composto por trés prédios: Museu Castelo São João, Pinacoteca e Galeria, circundados por um vasto parque. Possui uma coleção permanente de objetos histórico-artísticos de diversas procedências, abrangendo o período que vai da Baixa Idade Média ao século XXI, com forte ênfase na documentação histórica e iconográfica relacionada ao período colonial e ao Brasil Holandês, incluindo a maior coleção do mundo de pinturas de Frans Post, com quinze obras. O instituto também abriga um dos maiores acervos de armas brancas do mundo, com mais de3.000 peças, a maior parte proveniente da Europa e da Ásia, produzidas entre os séculos XIV e XXI. A biblioteca do instituto possui mais de 62 mil volumes, datados do século XVI em diante, destacando-se as coleções de brasiliana e obras raras.

Engenho São João da Várzea
(81) 2121 0352 / (81) 2121 0365
de terça a domingo das 13h às 17h; quarta das 9h às 17h

Entrada: R$ 15,00 (inteira); R$ 5,00 (Estudantes, Professores e Idosos acima de 60 anos). Obs. Crianças até 7 anos gratuito.

nenhum comentário

Praça Barão do Rio Branco – Marco Zero

Praça Barão do Rio Branco – Marco Zero

A praça Rio Branco, fica no bairro do Recife, conhecido por “Recife Antigo”, em Pernambuco. O local fica próximo ao porto do Recife e abriga o Marco Zero da cidade do Recife (instalado em 31 de janeiro de 1938, pelo Automóvel Clube de Pernambuco), daí sua denominação popular, pela qual é mais conhecida, Marco Zero. É deste marco que são feitas todas as medidas oficiais de distâncias rodoviárias locais.

 

Endereço: Praça Barão do Rio Branco, fica localizada na Av. Alfredo Lisboa conectada às ruas Marquês de Olinda, Rio Branco e Barbosa Lima.

nenhum comentário